MULHER

Sou Mulher Quero Respeito


Você sabia que qualquer abordagem que cause constrangimento ou viole a intimidade pode ser considerada assédio? Uma cantada ofensiva, puxôes pelo braço ou pelo cabelo são sim, formas de assédio.

Cada um de nós é responsável pela mudança, porque a omissão também é uma covardia. Não adianta lutar contra essa violência somente quando ela acontece com parente ou amiga. Essa batalha tem que ser de todos. Nós queremos a sua participação. Sou mulher, quero respeito! Uma campanha que todos - mulheres e homens - devem participar. Essa violência tem que acabar e só depende de nós.

Fonte: Rede Bahia
Foto: OpenBrasil.org


Mulher - OpenBrasil.org